Inovações matemáticas no ensino da província do Grão-Pará (1838-1841): inserção da geometria

Everaldo Roberto Monteiro dos Santos, José Jerônimo de Alencar Alves

Resumo


Conforme os registros historiográficos, desde o século anterior, até 1838, as aulas de Matemática na Província do Pará vinham sendo constituídas somente pelas aulas de contar. Entretanto, em 1841, assinalam a presença da Geometria e da Álgebra no currículo do Liceu Paraense, atestando que essa trajetória curricular da Matemática havia se modificado. É possível que essas mudanças tenham começado a ocorrer anteriormente, no período que vai de 1838 até 1841. Pretendemos analisar se e como ocorreram, conduzidos pelas seguintes questões: Que ramos da Matemática podem ter sido implantados neste período? Que discursos contribuíram para implantá-los? Quais os significados? Que lugares ocuparam na estrutura de poder político local e os agentes que pronunciaram esses discursos? Concluímos que o saber da Matemática inserido nos currículos do sistema escolar paraense nesse período foi a Geometria, que conforme as leis e os discursos governamentais que a propuseram, deveria ser um conhecimento necessário para modificar a arquitetura local por meio de construções modernizadoras, tais como: o cais, prédio da alfandega e da delegacia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REMATEC 2006-2019. Site desenvolvido por Stanley de Oliveira (stanleyufrn@gmail.com).