Educação para indígenas e escolas indígenas dos guarani e kaiowá: um olhar crítico

Palavras-chave: Escolas Indígenas, Resistência, Professores Indígenas, Povos Guarani E Kaiowá

Resumo

Neste artigo, apresentamos algumas reflexões sobre as escolas indígenas Guarani e Kaiowá, e o papel que estas assumem na vida destas comunidades, com a finalidade de situar o contexto dos processos de educação escolarizada para os indígenas. Tomamos como referência, para a apresentação do cenário da Educação Escolar Indígena entre os Guarani e Kaiowá de Mato Grosso do Sul, o diálogo com diversos trabalhos realizados por pesquisadores tanto indígenas quanto não indígenas, quem com suas atividades contribuem na análise das políticas culturais presentes no campo da educação escolar indígena. A partir destas pesquisas, apresentamos algumas considerações sobre o papel da escola na vida dos professores indígenas e os conhecimentos presentes nos cenários de formação destes sujeitos, na atual perspectiva de educação escolar indígena intercultural e bilíngue. Optamos por buscar a compreensão sobre alguns aspectos do processo de escolarização e dos impactos deste na vida dos povos indígenas, que estão ligados a identidade e a forma como os professores indígenas vivenciaram e vivenciam hoje o processo de escolarização. E, finalmente, levamos em consideração a escola como um território permeado por tensões entre diferentes regimes de conhecimento, sendo estas últimas o nosso prezado material de reflexão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AQUINO, E. V. Educação escolar indígena e os processos próprios de aprendizagens: espaços de inter-relação de conhecimentos na infância Guarani/Kaiowá, antes da escola, na comunidade indígena de Amambai, Amambai – MS. Dissertação (mestrado em educação) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2012.

BENITES, E. Oguata pyahu (uma nova caminhada) no processo de desconstrução e construção da educação escolar indígena da reserva indígena Te’ýikue. Dissertação (mestrado em educação) – UCDB, Campo Grande, 2014.

BENITES, T. A escola na ótica dos ava kaiowá: impactos e interpretações indígenas. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social). /MN/PPGAS/UFRJ, Rio de Janeiro, 2009. Dissertação (Mestrado em Educação). Campo Grande. Programa de Pós-Graduação em Educação- UCCB. 2014

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliane Lourenço de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.

BRAND, A. J.; COLMAN, R. S.; COSTA, R. B. da. Desenvolvimento Local em Comunidades Indígenas no Mato Grosso do Sul: a construção de alternativas. Interações, Campo Grande: UCDB, v. 1, n. 2, p. 59-68, março de 2001.

CARVALHO, K. B. de. A matemática da cultura Guarani/Kaiowa e o processo de ensino/aprendizagem: diálogo de saberes. Dissertação (mestrado em educação) – UCDB, Campo Grande, 2018.

CARVALHO, R. A. de. Os Missionários metodistas na região de Dourados e a Educação Indígena na Missão Evangélica Caiua (1928-1944). Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação. UNIMEP. Piracicaba, 2004.

COHN, C. A cultura nas escolas indígenas. In: Políticas culturais e povos indígenas[S.l: s.n.], 2014.

CAVALCANTE, T. L. V. Colonialismo, território e territorialidade: a luta pela terra dos Guarani e Kaiowa em Mato Grosso do Sul. Tese (Doutorado em História). Assis, SP: UNESP, 2013.

DELEUZE, Gilles e GUATTARI , Félix . Mil platôs : capitalismo e esquizofrenia, vol. 1. Trad. de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1995.

FERREIRA, M. K. L. A educação escolar indígena: um diagnóstico crítico da situação no Brasil. In. FERREIRA, M. K. L. &SILVA A. L. da, (orgs.). Antropologia, História e Educação: a questão indígena e a escola. 2 ed. São Paulo: Global, p.71-111, 2001.

GALLOIS, Dominique Tilkin. A escola como problema: algumas posições. In: Políticas culturais e povos indígenas[S.l: s.n.], 2014.

HARA, J. A. Educação Escolar Indígena em Mato Grosso do Sul - Desafios e conquistas. (17 de abril de 2015). Disponível em: http://www.fetems.org.br/Utilidades/view/noticia:32/categoria:/search/menu:5/submenu:35. Acesso em :27 jun. 2017.

LESCANO, C. P. Tavyterã Reko Rokyta: os pilares da educação Guarani Kaiowá nos processos próprios de ensino e aprendizagem. Dissertação (mestrado em educação) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2016.

OLIVEIRA, M. A. M. práticas vivenciadas na constituição de um curso de licenciatura indígena em matemática para as comunidades indígenas guarani e kaiowá de mato grosso do sul. 2009. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). UFMS, Campo Grande, MS, 2009.

OLIVEIRA, M. A. M. Nhande reko mbo’e: busca de diálogos entre diferentes sistemas de conhecimentos no contexto das práticas de professores de matemática Guarani e Kaiowá. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020.

PEREIRA, L.M.; COLMAM, R. S. e C. E. LOPES. Knowledge dialogues: the role of Kaiowa and Guarani knowledge systems within the Intercultural Teacher Education programme of the Federal University of Grande Dourados, Brazil. (manuscrito)

RAMIRES, L. C. processo próprio de ensino-aprendizagem Kaiowá e Guarani na Escola Municipal Indígena Ñandejara Pólo da reserva indígena Te’ýikue: saberes Kaiowá e Guarani, territorialidade e sustentabilidade. Dissertação (mestrado em educação) – UCDB, Campo Grande, 2016.

ROSSATO, Veronice Lovato. Os Resultados da Escolarização Entre os Kaiowá e Guarani em Mato Grosso do Sul: ―Será o letrado ainda um dos nossos?. Dissertação de Mestrado – UCDB. 2002.

SANTOS, B. DE S. O fim do império cognitivo: a afirmação das epistemologias do Sul. Belo Horizonte. Editora: Autentica, 2019.

SANTOS, B. de S. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (Org.). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SOUZA, T. de. Educação Escolar Indígena e as políticas públicas no município de Dourados/MS. Dissertação (mestrado em educação) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2013.

TASSINARI, A. M. I. Escola Indígena: novos horizontes teóricos, novas fronteiras de educação. In: Lopes da Silva, A; Ferreira A. M. (Org.). Antropologia, História e Educação: a questão indígena e a escola. São Paulo/SP: MARI/FAPESP/Global Editora, 2001.

TASSINARI, Antonella Maria Imperatriz. A educação escolar indígena no contexto da antropologia brasileira. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 217-244, ago. 2008. ISSN 2175-8034. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/16328>. Acesso em: 15 fev. 2020. doi:https://doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n1p217.

TROQUEZ, M. C. C. Professores índios e transformações socioculturais em um cenário multiétnico: a reserva indígena de Dourados (1960-2005) [livro eletrônico] Dourados, MS: Ed. UFGD, 2015. (Coleção Teses e Dissertações).

WALSH, C. Interculturalidad crítica y (de)colonialidad: Ensayos desde Abya Yala. Qui to-Ecua dor. Edi cio nes Ab ya-Ya la. 2012

Publicado
2020-05-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 123
  • PDF Downloads 123
Como Citar
DE OLIVEIRA, M. A. M.; BERNAL, J. I. O. Educação para indígenas e escolas indígenas dos guarani e kaiowá: um olhar crítico. REMATEC, v. 15, n. 33, p. 95-111, 1 maio 2020.
Seção
Artigos Científicos