Emilia Truran como Expert do ensino de desenho: Permanências, rupturas e novos saberes na Reforma Francisco Campos de 1927

Palavras-chave: Emilia Truran. Experts. Saber desenho. Revista do Ensino de Minas Gerais. Reforma Francisco Campos

Resumo

Este artigo integra-se ao campo de pesquisa da História da educação matemática, e tem como objetivo analisar o fluxo dos saberes profissionais para o ensino de desenho, sistematizados pela professora mineira Emilia Truran, a partir do diálogo com a Reforma do Ensino Primário de Francisco Campos (1927). Utilizou-se como aporte teórico-metodológico a História Cultural, os saberes a ensinar e para ensinar matemática e o conceito de expert em educação. As fontes históricas utilizadas foram: os artigos da professora Emilia Truran publicados na Revista do Ensino de Minas Gerais em 1926; os anais do I Congresso de Instrução Primária de 1927; e também os Programas do Ensino Primário ligados à Reforma Fernando Mello Vianna (1925) e à Reforma Francisco Campos (1927). Em conclusão, caracterizamos a professora mineira Emilia Truran como uma expert para o ensino de desenho, e ainda consideramos que os saberes profissionais produzidos por esta personagem, são vistos, por um lado, referentes à formatação e conservação de diretrizes apresentadas no Programa de 1925, e por outro, se identificam novos saberes desenvolvidos por esta professora, que foram instituídos diretamente na Reforma de Francisco Campos em 1927.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BICCAS, M. S. O impresso como estratégia de formação Revista do Ensino de Minas Gerais (1925-1940). Belo Horizonte: Argumentum, 2008.

CAPUTO, D. R. O Saber Desenho no Ensino Primário a partir das Revistas do Ensino de Minas Gerais (1925 A 1932): sua concepção e as profissionalidades. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Matemática) – Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2017.

CARVALHO, C. H. Escola nova, educação e democracia: o projeto Francisco Campos para a escola em Minas Gerais. Acta Scientiarum, Maringá, v. 34, n. 2, p. 187-198, 2012. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/17421/pdf. Acesso em: 15 set. 2019.

HOFSTETTER, R.; SCHNEUWLY, B. (2017). Saberes: um tema central para as profissões do ensino e da formação. In: HOFSTETTER, R.; VALENTE, W. R. Valente (Orgs.). Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores. São Paulo: Livraria da Física, 2017, p. 113-172.

HOFSTETTER, R. et al. Penetrar na verdade da escola para ter elementos concretos de sua avaliação – A irresistível institucionalização do expert em educação (século XIX e XX). In: HOFSTETTER, R.; VALENTE, W. R. (Orgs.). Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores. São Paulo: Livraria da Física, 2017, p. 55-112.

MELO, C. M. M. A infância em disputa: escolarização e socialização na reforma de ensino primário em Minas Gerais – 1927. Tese (Doutorado Acadêmico em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

MINAS GERAIS, Collecção das Leis e Decretos (1927). Belo Horizonte: Imprensa Official do Estado, vol. 3, 1928.

MINAS GERAIS, Collecção das Leis e Decretos do Estado de Minas Gerais: 1925. Belo Horizonte: Imprensa Official de Minas, 1926.

MINAS GERAIS. Decreto-lei nº 41, de 03 de agosto de 1892. Dá nova organização à instrução pública do Estado de Minas. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa de Minas Gerais, [1892]. Disponível em: https://www.almg.gov.br/consulte/legislacao/completa/completa-nova-min.html?tipo=LEI&num=41&comp=&ano=1892&texto=original. Acesso em: 10 mai. 2020.

MORAIS, R. S. Experts em educação e a produção de saberes no campo pedagógico. REMATEC, Belém, v. 12, n. 26, p. 61-70, set./dez. 2017. Disponível em: http://www.rematec.net.br/index.php/rematec/article/view/110/85. Acesso em: 18 abr. 2018.

PEREIRA, D. P. O ensino de Arte na Escola Nova em Minas Gerais na perspectiva da Revista do Ensino entre os anos de 1927 e 1933. Cadernos de História da Educação, Uberlândia, v.17, n.2, p. 419-438, mai./ago. 2018.

REVISTA DO ENSINO. Belo Horizonte: Directoria da Instrucção, v. 2, n. 16-17, jul./ago. 1926a. Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/uploads/arquivos/revista_ do_ensino_vol2_n16-17_1926.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

REVISTA DO ENSINO. Belo Horizonte: Directoria da Instrucção, v. 2, n. 18, out. 1926b. Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/uploads/arquivos/revista_do_ensino_vol2_n18_1926.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

REVISTA DO ENSINO. Belo Horizonte: Directoria da Instrucção, v. 2, n. 19, dez. 1926c. Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/uploads/arquivos/revista_do_ensino_vol2_n19_1926.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

REVISTA DO ENSINO. Belo Horizonte: Directoria da Instrucção, v. 3, n. 22, ago./set. 1927. Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/uploads/arquivos/revista_do_ensino_vol3_n22_1927.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

VALENTE, W. R. et al. Novos aportes teórico-metodológicos sobre os saberes profissionais na formação de professores que ensinam Matemática. Acta Scientiae, Canoas, v. 19, n. 2, p. 224-235, mar./abr. 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/acta/article/view/2816/2299. Acesso em: 12 abr. 2018.
Publicado
2020-09-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 25
  • PDF Downloads 25
Como Citar
JUNIOR, R. R. M.; OLIVEIRA, M. C. A. DE. Emilia Truran como Expert do ensino de desenho: Permanências, rupturas e novos saberes na Reforma Francisco Campos de 1927. REMATEC, v. 15, n. 34, p. 138-157, 1 set. 2020.
Seção
Artigos Científicos