Clélia Tavares Martins e sua influência na formação de professores e no ensino de matemática no Paraná: 1960 - 1980

Palavras-chave: Expertise. Expert. Ensino da matemática. Clélia Tavares Martins

Resumo

A institucionalização de um expert e sua expertise no campo educacional geralmente se dá em função das necessidades demandadas pelo Estado. O estado do Paraná a partir da década de 1960 assume um alinhamento quanto as reformas educacionais que ocorreram. Diante disso, destaca-se a figura do expert que neste texto debruça-se sobre Clélia Tavares Martins, detentora de uma produção significativa de materiais sobre o ensino da matemática do final da década de 1950 até 1980. Assim, o objetivo deste texto é apresentar sua ação à frente de instituições públicas responsáveis pela identificação e solução dos problemas educacionais. Para isso faz-se o uso de variadas fontes como cadernos de exercícios de alunos, manuais pedagógicos, apostilas de cursos de formação e outras pesquisas que se referiam ao nosso objeto. A construção dessa escrita observou a possiblidade de mobilizar as diferentes fontes com o propósito de observar se Clélia assume um lugar de expert no contexto educacional paranaense. De certa forma, as expertises detidas por Clélia possibilitaram sua atuação frente aos desafios do ensino da matemática, durante o período das décadas de 1960 a 1970. Sua habilidade de se adequar às necessidades educacionais que surgiram lhe permitiram veicular os ideários escolanovista e do Movimento da Matemática Moderna, tanto no ensino da matemática nos primeiros anos escolares e nos processos de formação de professores que ensinavam matemática no ensino primário na década de 1960 e, nas séries iniciais do ensino de 1º grau nos anos de 1970.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE, Irene de. Metodologia da matemática. Rio de Janeiro: Conquista, 1951.

BENCOSTTA, Marcus Levy Albino. O Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (Inep) e o Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais (Cepe): a experiência de um laboratório de ensino primário no Paraná (1952-1964). In: ARAÚJO, M. M. de. BRZEZINSKI, I. (Orgs.) Anísio Teixeira na direção do Inep: Programa da a reconstrução da nação brasileira. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2006. p. 51-58.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com escola média. Brasília, DF, 28 fev. 1968.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 5.540, de 28 de fevereiro de 1968. Fixa as Diretrizes e Bases para a Educação Nacional. Brasília, DF, 20 dez. 1961.

______. ______. Lei nº 5692, de 11 de agosto de 1971. Fixa as Diretrizes e Bases para o Ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Brasília, DF, 11 ago. 1971.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1988.

COSTA, Reginaldo Rodrigues da; AMARAL, Wagner Alexandre do. Os materiais didáticos veiculados pelo manual do professor primário do paraná para o ensino da matemática na década de 1960. Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico Educativo, Campinas, v. 5, p. 1- 19. 2019.

COSTA, Reginaldo Rodrigues da; PINTO, Neuza Bertoni. Capacitación y perfeccionamiento del profesor que enseñaba matemática en el 1º grado paranaense (1971-1982). Revista Paradigma, Maracay, v. 39, n. 1, p. 332-352, 2018.

COSTA, Reginaldo Rodrigues da. A matemática na escola primária paranaense na década de 1960: orientações metodológicas e aprendizagem. Revista Diálogo Educacional, v. 16, n. 48, p. 423- 443. 2016.

COSTA, Reginaldo Rodrigues da. A capacitação e aperfeiçoamento dos professores que ensinavam matemática no estado do Paraná ao tempo do movimento da matemática moderna – 1961 a 1982. 2013. 213 f. Tese (Doutorado em Educação) – Escola de Educação e Humanidades, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2013.

HOFSTETTER, Rita; SCHNEUWLY, Bernard. FREYMOND, Mathilde de. “Penetrar na verdade da escola para ter elementos concretos de sua avaliação” – A irresistível institucionalização do expert em educação (século XIX e XX). In: HOFSTETTER, R. VALENTE, W. R. Saberes em transformação: tema central da formação de professores. São Paulo: Editora da Física, 2017. p. 55-112.

MARTINS, Clélia Tavares. Cálculos graduados. Curitiba: Editora Cartaz, 1957.

MATUCHESKI, Silvana. Elaboração das propostas curriculares de matemática do ensino de 1º grau (5ª a 8ª série) do Estado do Paraná na década de 1970. 2011. 183 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Matemática) – Setor de Ciências Exatas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011.

MORAIS, Rosilda dos Santos. Cadernos de trabalho II: Experts. São Paulo: Livraria da Física, 2018.

PARANÁ. Projeto HAPRONT: Didática da Matemática. Curitiba: MEC/DEF/SEEC/CETEPAR, 1976.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Sugestão de atividades: para professores de 1ª a 4ª séries. Curitiba, 1979.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Lei 4.978, de 5 de dezembro de 1964. Institui o Sistema Estadual de Ensino do Paraná. Curitiba, PR, 5 dez. 1964.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Manual do professor primário do Paraná. v. 1. 2. ed. Curitiba, 1965.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Manual do professor primário do Paraná. v. 2. 2. ed. Curitiba, 1965.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Manual do professor primário do Paraná. v. 2. Curitiba, 1964.

PARANÁ, Secretaria de Educação e Cultura. Manual do professor primário do Paraná. v. 1. Curitiba, 1963

PORTELA, Mariliza Simonete. A expertise de professores paranaenses e os saberes que geram a produção de materiais didáticos para o ensino de matemática. In: Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática, 4, 2018, Campo Grande. Anais... Campo Grande: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, 2018. p. 1-12.

PORTELA, Mariliza Simonete. Práticas de matemática moderna na formação de normalistas no Instituto de Educação do Paraná na década de 1970. 2009. 138 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Teologia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2009.

RIBEIRO, Alexandra Ferreira Martins; VIEIRA, Alboni Maria Dudeque Pianovski. Pórcia: arquivos de vida, formação e atuação. Curitiba: Appris, 2018.

RONAMELLI, Otaíza. de O. História da educação no Brasil: 1930-1973. 40ª ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

SEARA, Helenice Fernandes. Núcleo de Estudo e Difusão do Ensino da Matemática – NEDEM: “Não é difícil ensinar matemática. 2005. 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

THORNDIKE, Edward Lee. A nova metodologia da aritmética. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1936.
Publicado
2020-09-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 18
  • PDF Downloads 18
Como Citar
COSTA, R. R. DA. Clélia Tavares Martins e sua influência na formação de professores e no ensino de matemática no Paraná: 1960 - 1980. REMATEC, v. 15, n. 34, p. 195-211, 1 set. 2020.
Seção
Artigos Científicos