A Avaliação de Práticas Educativas como Processo Formativo na Iniciação à Docência em Matemática

Palavras-chave: Avaliação, Iniciação à Docência, Matemática

Resumo

O principal objetivo deste artigo é discutir sobre a avaliação de práticas educativas de iniciação à docência, desenvolvidas por uma instituição de ensino superior formadora em um trabalho articulado entre a formação acadêmica e a prática docente nas escolas de Educação Básica. Nesta perspectiva, é utilizado o Modelo Analítico MQ2, apresentado na tese de doutorado de Figueiredo (2017) onde o autor apresenta a estrutura para análise e avaliação de projetos de ensino e ações extracurriculares de iniciação à docência, efetivados tanto em escolas públicas quanto na própria instituição formadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLACK, P.; WILLIAM, D. Assessment and classroom learning. In: Policy & Practice. Assessment in Education: Principles. 1998, vol. 5, nº 1.

BORGES, Djalma Trindade; GOMES, Leonardo da Silva; GIL, Rita Sidmar Alencar. Explorando alguns aspectos geométricos da Igreja de São João Batista. In: FIGUEIREDO, Raimundo Otoni Melo (Org.). Construção Coletiva: Contribuições ao ensino de ciências e matemática. Série Ciências em Ação, v.1. Belém: IFPA, 2010, p. 81-99.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athena, 1997.

FIGUEIREDO, Raimundo Otoni Melo. Intercontextualidade na Prática Educativa de Iniciação à Docência em Matemática para a Educação Básica. Tese de doutorado. Universidade Federal do Pará (UFPA). IEMCI. 2017.

FIGUEIREDO, Raimundo Otoni Melo (Org.). Construção Coletiva: Contribuições ao ensino de Ciências e Matemática. Série Ciências em Ação, v.1. Belém: IFPA, 2010.
FIGUEIREDO, Raimundo Otoni Melo (Org.). Construção Coletiva: Contribuições à Formação de Professores para a Educação Básica. Série Ciências em Ação, v. 2. Belém: IFPA, 2012.

MEURER, José Luiz. Ampliando a noção de Contexto na Linguística sistêmico-funcional e na Análise Crítica do Discurso. Linguagem em (Dis)curso - LemD, Tubarão, v. 4, n.esp, p. 133-157, 2004.

MENDES, Iran Abreu; FARIAS, Carlos Aldemir (organizadores). Práticas Socioculturais e Educação Matemática. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2014. (Coleção contextos da ciência).

MENDES, Iran Abreu. Práticas Sociais Históricas no Ensino da Matemática. In: Práticas Socioculturais e Educação Matemática. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2014.p.117-139. (Coleção contextos da ciência).

MORIN, Edgar; ALMEIDA, Maria da Conceição, CARVALHO, Edgard de Assis, (orgs.). Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios, 3, ed. São Paulo: Cortez, 2005.

POMBO, Olga. Práticas Interdisciplinares. Revista Sociologias, Porto Alegre, ano 8, nº 15, jan/jun 2006, p. 208-249.

POMBO, Olga. Interdisciplinares-ambições e limites. Lisboa: Relógio D’Água. 1ª ed. 2004.

POMBO, Olga. Epistemologia da Interdisciplinaridade. Revista Ideação: revista do Centro de Educação e Letras da UNIOESTE. Foz do Iguaçu. V. 10. Nº 1. P. 9-40. 1º semestre 2008.

WEILL, Pierre; D’AMBROSIO, Ubiratan; CREMA, Roberto. Rumo à Nova Transdisciplinaridade: sistemas abertos de conhecimento. São Paulo: Summus, 1993.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Tradução Ernani da F. da F. Rosa. Porto Alegre: ArtMed, 1998.
Publicado
2020-12-22
Métricas
  • Visualizações do Artigo 49
  • PDF Downloads 49
Como Citar
FIGUEIREDO, R. O. M. A Avaliação de Práticas Educativas como Processo Formativo na Iniciação à Docência em Matemática. REMATEC, v. 15, n. 36, p. 130-148, 22 dez. 2020.
Seção
Artigos Científicos